segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Monopólios urbanos: o negócio do século (3)


Deu no Boletim ADEMI
20-08-2018, por Berenice Seara / Extra

Prefeitura vai privatizar iluminação
Reviravolta na RioLuz: em vez de Parceria Público Privada, a companhia fará uma licitação para escolher que empresa, na forma de concessão, cuidará da iluminação pública do Rio.
Montagem: à beira do urbanismo
Imagens originais: Internet
Quem vencer a disputa terá que substituir os 450 mil pontos de luz atuais da cidade por luminárias e projetores de LED.
Também terá que oferecer soluções para modernização, expansão e manutenção da infraestrutura, eficiência energética e sustentabilidade ambiental.
Em troca, receberá os recursos da Contribuição para a Iluminação Pública (Cosip), paga por todos os cariocas. E ainda terá direito ao uso da luminária para a exploração de serviços complementares (como, por exemplo, a passagem de cabos para wifi).
Ganha quem devolver mais recursos da Cosip à prefeitura.



2018-08-20