segunda-feira, 16 de julho de 2012

O efêmero velódromo






Deu n’O Dia online de 12-07-2012


Velódromo de R$ 14 milhões construído para o Pan de 2007 será demolido
(...) A polêmica decisão foi tomada pela Empresa Olímpica Municipal (EOM) junto com o Comitê Organizador Rio 2016. De acordo com os órgãos, a atual estrutura não atende aos padrões olímpicos para atletas de alto nível. As características que precisam ser alteradas são a curvatura, a inclinação, a quantidade de vestiários e o número de lugares para os espectadores.

Para não aborrecer o leitor com redundâncias olímpicas e  trocadilhos infames,  limito-me a recordar o que este blog e seu parceiro menos votado já publicaram sobre o assunto... 


...e a acender uma humilde vela para o de cujus.



O Rio de Janeiro e as Olimpíadas 2016: Nós Lucramos, Vocês Pagam  (jan 2008)
http://abeiradourbanismo.blogspot.com.br/2008/01/o-rio-de-janeiro-e-as-olimpiadas-2016.html

O Maracanã em pó e o capitalismo do desastre (mai 2011)
http://abeiradourbanismo.blogspot.com.br/2011/05/o-maracana-em-po-e-o-capitalismo-do.html

Copa e Olimpíada: política anti-crise, de desenvolvimento ou de prestígio? (out 2011)
http://www.avebarna.com/2011/10/copa-e-olimpiada-politica-anti-crise-de.html

Atenas, Pretoria, Pequim e Rio de Janeiro: “Legado olímpico” é a alegre empulhação das sociedades emergentes (abr 2012)
http://abeiradourbanismo.blogspot.com.br/2012/04/atenas-pretoria-pequim-e-rio-de-janeiro.html

Legado olímpico (Glossário de Sociologia e Política Contemporâneas) http://www.avebarna.com/p/democracia-1_10.html