Duas ou três coisas que acho que sei sobre a Outorga Onerosa do Direito de Construir

Outorga Onerosa do Direito de Construir: por um novo marco metodológico
http://abeiradourbanismo.blogspot.com.br/2017/05/outorga-onerosa-do-direito-de-construir_10.html

CEPAC e Outorga: primo rico, prima pobre

http://abeiradourbanismo.blogspot.com.br/2015/07/cepac-e-outorga-primo-rico-prima-pobre.html

O Zoneamento Inclusivo e a Outorga Onerosa do Direito de Construir


A Outorga Onerosa em números: uma comparação Niterói-São Paulo

Sobre o coeficiente de aproveitamento básico dos terreno urbanos 
O coeficiente de aproveitamento e a valorização do solo 

A repartição da renda da terra na indústria da incorporação imobiliária 

A Outorga Onerosa do Direito de Construir: Entre receitas e custos do adensamento urbano 
http://abeiradourbanismo.blogspot.com.br/2012/07/a-outorga-onerosa-do-direito-de.html     

O Preço de um CEPAC – Roteiro para uma novela com prólogo e três capítulos

Outorgolândia ou Onerópolis? II - Para mim e para Ti, é campeã quem cobra mais e adensa menos 

Outorgolândia ou Onerópolis? 

Em Niterói, o que o IPTU faz, a OODC desfaz 

Duas ou três coisas que sei dela (a Outorga Onerosa do Direito de Construir): a natureza residual do valor da terra 

Quanto o Rio de Janeiro NÃO arrecadou com a Outorga Onerosa do Direito de Construir (2003-2008) 
http://abeiradourbanismo.blogspot.com.br/2011/05/voltando-ao-tema-quanto-o-rio-de.html

Contribución al estudio de la "Outorga Onerosa do Direito de Construir" (Brasil): contenido económico y fórmulas de cálculo (maio 2007)